domingo, 25 de setembro de 2005

E eu deixei tudo passar

Se eu não me sentasse pra escrever agora, eu não sei quando novamente eu iria fazer isso.
Tanta coisa me angustia, tantas outras não me deixam preocupar, e mais algumas eu esqueço no nada.
Ultimamente ando com raiva do tempo. Do tempo que me enche de tarefas e que não me deixa aproveitá-lo bem, e que por isso acabou me afastando de tanta gente (e é sempre assim!).
Essa última semana, fiquei besta ao perceber quantas pessoas saíram da minha vida. E porque EU permiti. Tudo bem, algumas mais entraram... mas, imagine só se as que saíram estivessem comigo até hoje?! Ia ser a mais legal de todas as amizades. Mas sabe como é, né? A gente percebe, não faz nada, deixa, e vai empurrando com a barriga... Bem simples. Quando "a ficha cai", é difícil segurar o choro até. Mas eu segurei bem.
E o pior é que, a essa altura, não sei se o certo é voltar atrás e retomar todas as amizades que eu deixei de ter, ou cultivar ao máximo as que eu tenho agora, pra não acontecer tudo de novo.
Não permitam que isso aconteça a vocês... e se já aconteceu, não deixem que aconteça mais uma vez.

Agora deixa eu ir pros livros. Que por incrível que pareça, não me atraem mais faz tempo...

sábado, 10 de setembro de 2005

Uma semana atrás.

Há exatos 7 dias eu estava uma pilha de nervos.
Mas nessa mesma hora, já estava recebendo vários abraços, presentes, e anotações no tal livrinho.

Além das muitas fotos espontâneas claro.

Ai ai.. saudades!