domingo, 25 de setembro de 2005

E eu deixei tudo passar

Se eu não me sentasse pra escrever agora, eu não sei quando novamente eu iria fazer isso.
Tanta coisa me angustia, tantas outras não me deixam preocupar, e mais algumas eu esqueço no nada.
Ultimamente ando com raiva do tempo. Do tempo que me enche de tarefas e que não me deixa aproveitá-lo bem, e que por isso acabou me afastando de tanta gente (e é sempre assim!).
Essa última semana, fiquei besta ao perceber quantas pessoas saíram da minha vida. E porque EU permiti. Tudo bem, algumas mais entraram... mas, imagine só se as que saíram estivessem comigo até hoje?! Ia ser a mais legal de todas as amizades. Mas sabe como é, né? A gente percebe, não faz nada, deixa, e vai empurrando com a barriga... Bem simples. Quando "a ficha cai", é difícil segurar o choro até. Mas eu segurei bem.
E o pior é que, a essa altura, não sei se o certo é voltar atrás e retomar todas as amizades que eu deixei de ter, ou cultivar ao máximo as que eu tenho agora, pra não acontecer tudo de novo.
Não permitam que isso aconteça a vocês... e se já aconteceu, não deixem que aconteça mais uma vez.

Agora deixa eu ir pros livros. Que por incrível que pareça, não me atraem mais faz tempo...

Nenhum comentário: