domingo, 24 de setembro de 2006

Trabalho em grupo é desesperador.

Principalmente quando ele ocupa seus domingos e te tira muitas horas de estudo. (Individualistas, concordem comigo por favor!).
Mas a pesquisa (se não for sobre caules ou alterações pré-cambrianas do relevo do planeta (!) - inventei isso agora) é sempre a melhor parte. Principalmente quando você descobre algo do seu interesse sem a menor intenção.
Foi procurando fotos da Era Vargas que encontrei o ARTIGO, um blog interessante.
Já venho aqui fazer propaganda e só li o primeiro post do cara. Mas foi justamente esse primeiro post que me chamou a atenção.

Um jornaleiro como outro qualquer, talvez até mais humilde do que o da cigarreira daqui da rua de trás, promoveu (de acordo com as suas limitações) um boicote às revistas Veja e Época. Ele considera ambas revistas dotadas de mau jornalismo e tendenciosas. O que não é surpresa pra ninguém.
Então veja só vocês: os maiores e (ditos) mais sérios meios de comunicação do país são os mais tendenciosos e injustamente ofensivos; tratemos de mentirosos, mesmo. O mau-jornalista é o que escreve ou trabalha pra esses; e o que ganha melhor entre todos os outros (bons, ruins e medianos).
Enquanto isso, Pedro Bial e a equipe da Rede Globo aproveita sua Colônia de Férias e dá a volta no Brasil.

Definitivamente, não é esse o curso que quero pra mim.

(Sem falsos incentivos, certo? "Você poder mudar essa realidade, Bia" o cacete).

Nenhum comentário: