sexta-feira, 29 de junho de 2012

Lírico e Bela

Olhos nos olhos, e eu sei o que você pensa.
Olhos nos olhos, eu vejo que você me adora, mas nem tanto.
Olhos nos olhos e eu sei o que você quer fazer. Você tem dúvidas, mas está cheia de felicidade.

Olhos nos olhos, eu acho que sei o que você pensa.
Olhos nos olhos, eu imagino quanta beleza há no que você diz. Eu não entendo tudo tão bem assim.
Olhos nos olhos, eu não entendo você, que me entende tanto.
Olhos nos olhos, você bem sabe o que está fazendo.
Sabe?

Olhos nos olhos, eu quero te emprestar meus livros.
Olhos nos olhos, quero te dar essas palavras todas, bonitas e feias, melancólicas, felizes. Sinceras.
Olhos nos olhos, eu te olho com sinceridade.
Estou cheio de verdades.

Olhos nos olhos, eu vejo você deleitando-se em minha beleza.
Olhos nos olhos, eu sei exatamente o que você pensa agora, mas não o que você imagina.
Olhos nos olhos, me pergunto se estamos no lugar certo.
Olhos nos olhos, te dou minha beleza inteira, sim, e pego emprestado de ti uma poesia assim.

Olhos nos olhos, olhos e olhos, é o amor que aqui diz.
Olhos nos olhos, é o amor que importa. Que nos olha, e que diz.

Nenhum comentário: