quinta-feira, 12 de julho de 2012

Para o amor acabar

Para o amor acabar, você deve acreditar no fim, e ainda convencer a si mesmo.
Para o amor acabar, você deve aceitar dizendo a si mesmo que aceita, aceitar dizendo aos demais que aceita, aceitar aceitando a si mesmo, sem amor.
Para o amor acabar, você tem de suavizar as lembranças.
Para o amor acabar, a mágoa deve ser sinônimo de passado, e, passado, do que não mais importa.
Para o amor acabar, o passado não deve mais importar.
Para o amor acabar, tudo que você acreditava deve deixar de fazer sentido.
Para o amor acabar, tudo deve deixar de fazer sentido. É só quando não há mais sentido, que não há mais amor. (O contrário também é verdadeiro.)
Para o amor acabar, é preciso abandonar a si mesmo, e construir um novo eu.
Para o amor acabar, é preciso procurar e ser, procurar ser, uma página nova.

Nenhum comentário: