segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Foi maravilhoso, Marçal.

A gente cria muita expectativa em cima de qualquer coisa, e essa qualquer coisa não funciona, né verdade? Não dá certo, se despedaça, acaba com a gente. A gente que se acaba, na verdade, porque se encheu de esperanças boas.

A regra não vale sempre sempre (2x). Eu Receberia As Piores Notícias Dos Seus Lindos Lábios foi um livro que enchi de ânimo para ler. E que consumiu toda a minha energia enquanto eu devorava suas frases poéticas e de múltiplos significados.

Me devotei ao livro que um amigo indicou há pouco mais de um ano. Na época, li o Cabeça a Prêmio emprestado, obra do mesmo autor, porque Eu Receberia foi um desses livros que meu colega emprestou e nunca obteve de volta. Faz todo sentido.

É um livro para você ter. Deitar-se, lê-lo, deitar-se sobre ele, debruçar-se, calar para ouvir o que Marçal Aquino tem a te dizer. É uma história de poucos personagens e uma história envolta em várias histórias - assim como a vida. Um cenário diferente do que estamos acostumados, mas simples e simplório, exageradamente simplório. E que foi palco de uma história incrível.

Foi um dos livros mais incríveis que já li. Daqueles que, depois de algumas horas longe dele, você se pega imaginando o que será que está acontecendo (?) e o que vai acontecer com aqueles personagens. Como vai a Lavínia e o que o careca tem mais para nos contar. E o que o Cauby está sentindo agora. Cauby, como o cantor.

Uma história com múltiplas (de novo essa palavra) lições, dependendo de quem você seja e qual o momento você está passando. Cada personagem tem coisas para te dizer; e cada momento, distinto, desses personagens, tem outras declarações a fazer a você, leitor. Espectador.

Marçal é poético (de novo essa palavra) nas linhas e entrelinhas do texto, nos títulos dados aos capítulos (O Amor é Sexualmente Transmissível e Poema Escrito com Bile são dois que se tatuam na sua memória, sem que você queira). Perfeito pra você pensar sobre os personagens, que podem, todos, ser você. Pedaços seus que o autor pulverizou nesse interior do Pará.

Também vem cheio de idéias e frases, lindas frases, intensas frases, para quem gosta de escrever e se inspirar.

Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios é um livro para sempre.


~ a única coisa anormal era minha vida sem ela
~ mais que disfarçada, estava escondida de alguém ou de alguma dor
~ olhos e silêncios escuros
~ poucas vezes me senti tão confortável no mundo
~ o que acontece é que, quando estou com você, eu me perdôo por todas as lutas que a vida venceu por pontos, e me esqueço completamente que gente como eu, no fim, aaba saindo mais cedo de bares, de brigas e de amores para não pagar a conta.
~ o careca não cansa de repetir que a esperança é o pior dos venenos? É. Porém muitas vezes é também o único remédio.

Um comentário:

Fábio Farias disse...

Perfeito o texto (e o livro) :)