terça-feira, 29 de janeiro de 2013

As delícias de um tocque

O Transtorno Obsessivo Compulsivo QUase Exagerado. Porque você não tem o rótulo do psiquiatra, mas sabe que tem (o transtorno e o rótulo). Ou pelo menos os genéricos de ambos. E às vezes você acha que você sofre. Como na vez que minha mãe reorganizou a estante de livros e eu comecei a chorar. A gritar. E a tremer. Mas foi só dessa vez. Nas outras eu só fiquei careca e me cocei até a exaustão, e foi só. Tô acostumada.

É preciso dizer. Os tocques te dão prazeres sutis.

Ontem pratiquei o lazer preferido de um tocquiniano com tempo de sobra: arrumei o guarda-roupa. Que começa com você, a cada dois ou três meses (é compulsão, já falei), se livrando da roupa em desuso. Do sapato em desuso, da bijouteria, o cinto, tudo! Aquelas sacolas de loja bem cheias de roupa do seu guarda-roupa, que não voltarão para lá, prenunciam o primeiro sorriso. Sobrou espaço, sobrou caixa, sobrou cabide!, e você pode matutar técnicas de arrumação e separação de peças (cor, tamanho, uso) por vinte ou trinta minutos. É sua meditação. Aí você sorri de novo, e, se joga!: organiza.

Aí você livrou o espaço da gaveta, que trouxe os uniformes da gaveta de cima, que passou a roupa da ginástica pra onde tinha vagado primeiro, e ficou com mais uma prateleira pra guardar sapatos. UH! Mais uma prateleira pra guardar sapatos. Em saquinhos. Com transparência em cima, pra você poder ver quais são, naquelas vezes que você quer montar os looks na cabeça para não bagunçar o guarda-roupa (eca).

Aí tá bom, tá ótimo, de mudar a ordem de algumas coisas. Calcinhas para a esquerda da gaveta, soutiens para a direita, pega essas caixinhas da horizontal e põe na vertical, assim, separando, e!, ai, uma gaveta nova. Organizada e separada por cores (claro, calcinhas e soutiens também se separam por cores, onde eu estaria com a cabeça se não fizesse isso?!). Mudada de ordem. Outra delícia do metodismo exagerado é quando você, além de arrumar, troca os lugares dos objetos. É a prova de que não somos tão aficcionados por rotinas e movimentos repetitivos (que usualmente significam organização). Viu? A gente muda as coisas de lugar! Deixando tudo ainda mais organizado. E se diverte com isso.

As blusas organizadas por cores. Os casacos organizados por cores. As echarpes dentro da cesta ao lado dos casacos. Troquei o Nemo de lugar. A boneca eu centralizei. Daí os cabides organizados por cores. Os shorts (jeans claros e jeans escuros não se misturam, por obséquio). Bijouterias de festa versus as prateadas versus as douradas. Nunca juntas. As ligas de cabelo e os cosméticos em seu devido lugar. E limpas e novas e também separadas por cores. Rodízio nas cestinhas do banheiro!, tudo de lugar novo e organização nova!. Sorrisos. Rolou o prenúncio de um cansaço.

Deixei os sapatos (que ganharam prateleira nova) pro dia seguinte. As bolsas do cabide também. Planejando organizações estratégias por enquanto. Que diversão às vezes é bom não gastar toda de uma vez.

Boa noite.

Nenhum comentário: