segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Busca impagável

Depois dos cinco quilos a mais da ceia de natal, da ressaca desnecessária do primeiro de janeiro, do novo ano que não é novo, que dá no mesmo, que foram só os dias seguintes, e dos restos de presente da árvore de Natal que tua avó te dá (necessáires e sabonetes não faltam), daqueles que faltaram à ceia, o que, além dos shows imperdíveis e inesquecíveis de Wesley Safadão e Thiaguinho, movimentam essa cidade de meu Deus? Pelo que, agora, as pessoas correm e se afobam e descontam frustrações umas nas outras?

É a saga do vestido. Os vestidos impecáveis e impagáveis da cidade. Tá chegando a sua formatura. Corre!

Já deixei clara aqui minha não vocação para o glamour e a feminilidade. E a desimportância básica que dou às festas importantes. Na real na real, eu detesto datas comemorativas. E na real pela terceira vez, tenho preguiça de casamentos e formaturas e seu movimento de pré-festa.

Fui hoje pegar qualquer vestido que me vista e que não espante as pessoas, para eu usar no "baile". Que de baile não tem nada, porque eu sei que só vai tocar Grafith, Thiaguinho, e Wesley Safadão.

Vendedora: Sim, certo, quando é a sua festa?
Eu: 22 de fevereiro.
Vendedora (suando): JÁ? MAS TÁ EM CIMA!

Na verdade, ela disse essa frase com muitas, muitas exclamações. Eu não transcrevo porque é visualmente feio. E memoravelmente desagradável.

Mas como toda vendedora mal-educada, sempre vem o sermão: Mas por que você não viu isso antes? Já está muito perto!

Eu passei a minha manhã consultando o calendário: mas hoje não é quatorze de janeiro? É.  Pelo menos no calendário oficial. Provavelmente alheio ao calendário dos vestidos glamurosos.

Teve uma que disse que tem gente que vai à loja comprar seu vestido com um ano de antecedência. Um ano. Já pensou essa mulher quando for casar na catedral e receber os convidados no Arena das Dunas? (Ao som de Wesley Safadão.) Dez anos vai ser a média de procura das noivas pelos seus vestidos.

A mais educada foi a dona da boutique:
- E aí, vai deixar a entrada, ou já vai levar o vestido logo?
- Não, eu volto mais tarde qualquer coisa...
- OLHE, VOCÊ VAI FICAR SEM NADA, HEIN! SUA FESTA ESTÁ EM CIMA!

A boa educação acompanha os bons preços dos vestidos finos das boutiques finas de gentes finas em Natal. Que a tua boa sorte te acompanhe também. Tim-tim!


Nenhum comentário: