domingo, 29 de junho de 2014

Estando em uma posição confortável agora. Criado-mudo, livro, computador, caderno e lápis, dias novos, tudo transitoriamente diferente. Por um tempo, só. Por um tempo. As palavras dentro da cabeça e bem ao alcance dos dedos, da folha em branco, dos desabafos escondidos. Cheia de desabafos escondidos, querendo ser escritos.

Precisando me escrever. Já tenho tudo ao alcance. Só falta o fôlego.

Nenhum comentário: