terça-feira, 12 de abril de 2016

Por agora mas já faz tempo

Eu tinha um texto curto na cabeça pronto pra entrar aqui assim que o site carregasse. Não era nada importante, interessante, tópico de texto real. Era mais um diário. Parece que agora fico fazendo um diário imaginário dentro da cabeça. Tudo isso enquanto abro muitas abas no computador pra não ler nada, e divido, imaginariamente, meu tempo imaginário, entre tudo que eu tenho que estudar para um doutorado numa área que não é a que fiz graduação nem mestrado, a tentativa de terminar um segundo livro, que na verdade foi o primeiro que escrevi, e que nunca parece bom, nunca, nunca parece bom, e toda a procrastinação que inclui olhar receitas da dieta, pensar na dieta, desistir da dieta, voltar a estudar violão, e sentir sono pra dormir logo.

E meus dias são só isso, num looping infinito, num diário onde nada acontece, mas onde penso tudo, absolutamente tudo que eu poderia fazer.

Por isso isso aqui ficou vazio. Igualzinho minha produtividade.

2 comentários:

Júlio Cézar disse...

zero

Júlia disse...

Sabe quando você lê algo e sente que você poderia ter escrito por causa do quanto se identificou? Meu looping tem conteúdos diferentes, mas cai no mesmo vazio.