segunda-feira, 17 de abril de 2017

é mais difícil lidar com a alternância aleatória do humor do que com a apatia constante. e mais difícil quando isso acontece num mesmo dia,
sem que isso seja nem um pouco compreensível pra quem está por perto.
o sentimento de solidão também tem altos e baixos muito discrepantes. de um dia pro outro. de uma manhã pra uma noite.
e essa instabilidade impede que eu me programe para qualquer atividade ao longo de vários dias. incluindo trabalho, estudo, cobranças do trabalho, cobranças do frila, e lazer também.

eu obsessiva e enlouquecidamente às vezes faço contagens que repetem, em cada número, que 'vai dar tudo certo'. eu só quero que dê. que passe. que fique tudo bem.

Nenhum comentário: