domingo, 7 de maio de 2017

amanhã eu trabalho

uma das partes mais socialmente complicadas do ciclo é a apatia em não conseguir fazer quase nada, mas principalmente trabalhar. trabalhar e estudar ficam quase impossíveis, mas, no meu caso, trabalhar muito mais. estudar é difícil por falta de concentração, mas há vontades. trabalhar não há vontades.
e quando começo, duro muito pouco, não retomo, não repito, não volto. me faz mal insistir.
já escrevi longo e-mail pro meu chefe explicando a situação e, claramente, deixando-o à vontade pra me demitir se necessário fosse. necessário até é. mas ele é tão gente boa que não cogitou isso, aparentemente.
não sei.
mas ainda estou aqui (lá, na empresa).
todos os dias me prometo que amanhã-eu-trabalho.
e só faço o estritamente necessário e largo tudo e não faço mais. não faço nada.

aparentemente eu prefiro esse estágio apático no lugar da ansiedade porque meu corpo fica mais calmo e protegido. a gengiva não sangra, eu consigo dormir, eu consigo me alimentar, e a concentração melhora uns dez por cento. mas sigo sem conseguir trabalhar.
também reduzo a quantidade de banhos e de camas arrumadas por semana. reduzo várias coisas importantes.
mas sigo me prometendo que amanhã eu trabalho.

amanhã, segunda, eu vou trabalhar.

Nenhum comentário: