quinta-feira, 18 de maio de 2017

frases incoerentes num não-texto de diário

não consegui terminar de ler quincas borba (muito chato);
perto de terminar "torturador em romaria", de heloneida studart (muito bom);
relendo sem pressa "cidade de deus", pois já selecionei alguns trechos pro estágio.


eu queropreciso ser mais produtiva,
pensar menos no abstrato que não controlo
e mais no concreto que devo controlar e manter sob controle. diga-se doutorado.

tô conseguindo meditar com mais qualidade, tem me ajudado,
e essa semana fiz uma sessão de auriculoterapia. pensando principalmente na ansiedade.
melhorei, sim, mas os humores deprimidos eu não comentei com a terapeuta e aí eles seguem vez ou outra.
vez ou outra.
quando vêm, dói um pouco demais. mas parece estar tudo mais sob controle, apesar da tristeza que atua vez em quando.

tenho escrito menos.
sem ideias.
acho que vou rabiscar umas coisas manuscritas hoje. que, inclusive, seguem cada dia mais bregas meus escritos à mão. espero que ninguém nunca encontre nem abra essa caderno.

brasil ruindo, temer quase caindo, e eu tô igual às pessoas dedicadas a construir memes falando mal do pt nesse momento: egoísta e ignorante em excesso. vivendo minha vida do jeito que consigo, mas esse jeito ainda tá ruim, na real.
amanhã tem terapia.

quero dar um jeito no tudo.

Nenhum comentário: