segunda-feira, 8 de maio de 2017

um nome pra isso

a impressão de que praticamente todas senão todas as decisões que tomei firmemente ao longo desse ano tiveram consequências ruins ou difíceis demais. não necessariamente tenham sido decisões erradas - não dá pra dizer (ainda). contudo, todas com consequências complicadas demais, acima das minhas habilidades emocionais (que são bem poucas, verdade).
aparentemente saí dum estágio passivo absoluto para algo que eu acreditava ser assertivo mas que era mais desespero, intempestividade, precipitação. acho que exagerei na energia empreendida e aí muito insucesso. aparentemente, insucesso.
me parece mais seguro mais cômodo não muito inteligente mas um pouco inteligente que eu não faça nada por um agora, por um longo agora. que eu não tome decisões nem vá muito adiante. que não mude muito de lugar nem de postura enquanto sentada. que eu fique. e deixe que tudo aconteça, se aconteça, que eu fique passiva de novo.
se não existir um nome melhor pra isso.

Nenhum comentário: