sexta-feira, 7 de julho de 2017

no caso

amanheceu sol hoje e deu pra ir na feira e deu pra ir na praia, pra um mergulho e depois água de coco.
tava um dia bonito real. meio plácido e meio parado. a cor da água levemente prateada, antes das nove da manhã.

foi bom.

~

negócio que sigo sem entender é a real necessidade da mentira "não estou em um bom momento pra isso agora etc" e pouco tempo depois a pessoa aparece de boas em um relacionamento. vejo isso acontecer direto. tão direto.
dói menos dizer a verdade duma vez. mentir assim num antes faz doer uma vez e uma próxima, mais à frente. com mágoa, ainda por cima.

~
acho que as meninas vão vir aqui mais tarde comer pizza e falar tudos e nadas.
tô dum jeito que é um grande tanto faz ser semana ou fim de semana, sair ou não sair, sair e beber ou sair e ficar sóbria. segue tudo meio sem sentido, e meio sem disposição emocional pra esse tudo.
parece que estou num tempo em suspenso, uma letargia que não acompanha nada nem ninguém. o mundo avança e eu fico. ou nem isso.

~
quase terminando "as meninas". sigo impressionada com o romance.

"O chato é que quando leio um livro sobre doenças mentais, descubro em mim os sintomas de quase todas."

"Tem que sofrer, merda. Beber querosene e gasolina porque é assim que se firma uma estrutura, penso."

"Lorena também faz o gênero concha mas gosta de ar."


que imagem. faz o gênero concha mas gosta de ar. ~

Nenhum comentário: