segunda-feira, 24 de julho de 2017

trabalhos

reli mais uma vez o romance 'helena', de machado de assis, pra um trabalho do doutorado. tive de reler para sinalizar todas as ocorrências de interação direta do narrador com o leitor. machado tem disso em seus romances, de escrever 'conforme você se lembra, leitor', 'calma, leitora amiga, isso acontecerá mais à frente', 'o leitor viu o que aconteceu no capítulo tal', etc.
em helena, particularmente, só tem UMA ocorrência disso. ¬¬

agora vou passar pra esaú e jacó e fazer a mesma busca.
esaú e jacó é até bom, e só li uma vez (helena eu já havia lido duas), mas é um livro mais longo. só sei que, sim, de memória já vejo que tem muito mais interações desse tipo ao longo da narrativa.

~

agora fazendo o trabalho final de outra disciplina, mas que vai servir quase todo ele para o trabalho que vou apresentar no congresso próxima semana.
uma comparação entre dois contos publicados durante a ditadura: 'o pelotão', de sérgio sant'anna; 'o general está pintando', de hermilo borba filho.

Nenhum comentário: